Educação Infantil

image_pdfimage_print

A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, atende crianças de 0 a 6 anos e tem como objetivo o desenvolvimento integral da criança, ou seja, não visa ao desenvolvimento apenas do aspecto cognitivo, mas também o físico e socioemocional.

Essa fase está dividida em dois segmentos; creche (crianças de 0 a 3 anos) e pré-escola (crianças de 4 a 6 anos).

A primeira infância é um período crucial, no qual são adquiridas as capacidades fundamentais para o desenvolvimento de habilidades que irão impactar a vida adulta. Assim, é possível perceber a importância da Educação Infantil para o desenvolvimento da criança.

Objetivos Gerais da Educação Infantil:

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil  (MEC/SEF, 1998), a prática da Educação Infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

  • desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;
  • descobrir e conhecer, progressivamente, seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidados com a própria saúde e bem-estar;
  • estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;
  • estabelecer e ampliar, cada vez mais, as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
  • observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se, cada vez mais, como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;
  • brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades.
  • utilizar diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido. Expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;
  • conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.

 

Os alunos da Educação Infantil são avaliados por meio de relatório, elaborado com base nos objetivos traçados, com acompanhamento do Supervisor Escolar.

A avaliação na Educação Infantil não tem natureza reprobatória, mesmo para acesso ao Ensino Fundamental.

Fica a cargo da U.E. o controle de frequência dos alunos, exigindo-se o mínimo de 60% (sessenta por cento) do total de horas e dias letivos dos alunos da pré-escola, garantindo-se o direito da criança à etapa, porém sem caráter reprobatório.

Atualmente o Município de Cabo Frio oferece 26 escolas exclusivamente de Educação Infantil, e 43 escolas que também oferecem outros segmentos, atendendo aproximadamente 7000 crianças da Creche II ao Pré II, em regime parcial e/ou integral (nas creches).

Diante disso, nossas escolas buscam tornar efetivo à criança o direito a uma educação que respeite seu processo de construção do pensamento, que lhe permita desenvolver-se nas linguagens expressivas da brincadeira, como instrumentos simbólicos de leitura e escrita do mundo, contribuindo para uma educação significativa, pois através da brincadeira a criança se expressa e representa o mundo que vivencia. A brincadeira, como linguagem dominante na infância, possibilita que a criança se aproprie das funções sociais e culturais da realidade na qual está inserida.

Identificação da Equipe Responsável pela Gerência de Educação Infantil

Gerente: Eliane Manhães Ribeiro

Apoio Operacional: Elaine Cristina Moraes Couto